1462060800
1488240000
1558569600

Previous Exhibition

01/05/2016 - 28/02/2017

MS Orlando

Trisha Baga

Trisha Baga (1985) é uma jovem artista nova-iorquina, conhecida pelas suas absorventes instalações em vídeo multimédia e 3D. Caraterizada pela interligação de assuntos e temas e o uso da atenção acelerada, os seus trabalhos incorporam materiais encontrados e objetos artesanais e inspiram-se em diversos meios e técnicas para ativar encontros transicionais entre objetos no espaço real e digitalizado.

Como Pat O’ Neill, Trisha Baga trata as imagens em movimento com uma liberdade extraordinária, encarando-as como apenas mais um material, e utiliza técnicas de montagem não sequenciais e não lineares para mostrar o mundo quotidiano a partir de diferentes perspetivas. Ambos os artistas dão realce à natureza fugaz e variável da experiência percetual. Alternam entre imagens abstratas e representacionais em formatos e combinações processados de formas variadas que refletem mitos e narrativas do presente, do passado e do futuro.

Nesta exposição, apresentamos o filme de Trish Baga MS Orlando (2015), uma parte do projeto mais vasto Orlando que faz referência à cidade na Flórida e ao romance de Virginia Woolf. A ação decorre num futuro distante em que, na sequência de um grande degelo, a Flórida é inundada e Orlando é uma das últimas cidades a submergir. Os pavões constituem a espécie dominante; um projetor de diapositivos cerâmico surge como um artefacto arqueológico muito antigo; cadeiras de jogo equipadas com altifalantes emitem sons diegéticos e não diegéticos de fontes díspares; e aparece uma sequência de imagens de danças sincronizadas num centro comercial, várias janelas abertas num ecrã de computador, turistas em Times Square em Nova Iorque, coisas a acontecer debaixo de água, pavões a avançar para a câmara e a própria Baga a arrastar tinta sobre as imagens. A geografia, o tempo e o espaço misturam-se em camadas, significados e narrativas múltiplos que se movem e interpenetram.